ATUALIZE SEU NAVEGADOR

Seu navegador está desatualizado e não oferecemos suporte a ele. Atualize seu navegador para utilizar os recursos avançados deste site.

CLOSE LABEL

Sobre os Cookies neste site

Utilizamos cookies para aprimorar ainda mais a sua experiência em nosso site. Consulte nossa Política de Privacidade e Cookies para obter mais informações. Ao usar nosso site, você concorda com o uso de cookies.

DNA DE CORRIDA

A longa e ilustre história da Jaguar no automobilismo sempre moldou a evolução dos nossos carros de passeio. Nossa entrada na Formula E vai levar adiante esse legado e definir o curso para os nossos futuros veículos elétricos.

NOSSOS CARROS DE CORRIDA

  • XK120.

    XK120

    Data: 1948 - 1954
    Velocidade máxima: 200,5 km/h
    Capacidade do motor: 3.442 cc / 201 pol³
    Potência: 160 cv / 119 kW
    Fato: na época de seu lançamento, o XK120 é o carro produzido em série mais rápido do mundo

  • C-TYPE.

    C-TYPE

    Data: 1951 - 1953
    Velocidade máxima: 231,7 km/h
    Capacidade do motor: 3.442 cc / 210 pol³
    Potência: 207 cv / 154 kW
    Fato: Os freios a disco do C-Type tornam-se item de série na indústria automobilística

  • D-TYPE.

    D-TYPE

    Data: 1954 - 1957
    Velocidade máxima: 260,7 km/h
    Capacidade do motor: 3.442 cc / 210 pol³
    Potência: 250 cv / 186 kW
    Fato: o D-Type vence em Le Mans em 1955, 1956 e 1957

  • XJS.

    XJS

    Data: 1975 - 1996
    Velocidade máxima: 246,2 km/h
    Capacidade do motor: 4.235 cc / 258 pol³
    Potência: 285 cv / 212 kW
    Fato: o XJS vence as 24 Horas de Spa em 1983

  • XJR.

    XJR

    Data: 1983 - 1991
    Velocidade máxima: 368,5 km/h
    Capacidade do motor: 6.995 cc / 426 pol³
    Potência: 750 cv / 559 kW
    Fato: em 1990, o XJR-12 conquista o primeiro e o segundo lugares em Le Mans

  • formula 1.

    FORMULA 1 - R2 & R3

    Data: 2000 - 2004
    Velocidade máxima: 312,2 km/h
    Capacidade do motor: 2.998 cc / 464 pol³
    Potência: 770 cv / 574 kW
    Fato: Eddie Irvine e Mark Webber defendem a equipe Jaguar de F1

  • I-TYPE.

    Formula E I-TYPE 1

    Data: 2016 - 2017
    Velocidade máxima: limitada a 225,3 km/h
    Potência: 200 kW, equivalente a 270 cv
    Fato: volta da Jaguar às corridas na 3ª temporada da Fórmula E, 2016/17

  • I-TYPE.

    Formula E I-TYPE 2

    Data: 2017 - 2018
    Velocidade máxima: limitada a 225,3 km/h
    Potência: 200 kW, equivalente a 270 cv
    Fato: A Jaguar marcou sua primeira posição no pódio e no primeiro pole position com o I-TYPE 2 na temporada 4, 2017/18

DATAS PRINCIPAIS

  • XK120.

    XK120

    1948-1954 - SILVERSTONE E LE MANS

    Um incrível carro esportivo, e carro de testes para o revolucionário motor XK, o Jaguar XK120 foi o carro produzido em série mais rápido do mundo. Em 1949, o XK120 recebe a bandeira quadriculada em Silverstone e, um ano depois, três XK120 fazem sua estreia em Le Mans. É o início de uma nova era no automobilismo.

  • C-TYPE.

    C‑TYPE

    1951-1953 – LE MANS

    Em 1951, o engenheiro aeronáutico Malcolm Sayer se une à Jaguar, trazendo consigo a disciplina e a excelência de sua área. Sua primeira colaboração, o C-Type, vence em LeMans e o segundo piloto Stirling Moss quebra o recorde da volta mais rápida. Em 1953, o C-Type vence novamente em Le Mans e ocupa o primeiro, o segundo e o quarto lugar.

  • D-TYPE.

    D‑TYPE

    1954-1957 – LE MANS

    O mau tempo roubou a vitória do D-Type em Le Mans em 1954, mesmo depois de ele ter batido o recorde de velocidade de 273 km/h. Mas o carro volta ao ataque, faturando os títulos de 1955, 1956 e 1957. Nesse último ano, ocupa cinco dos seis primeiros lugares. Até hoje, o D-Type continua a ser um dos carros de corrida mais excitantes já construídos.

  • XJS.

    XJS

    1975-1996 – ETCC e 24 HORAS DE SPA

    Em 1982, sob a bandeira da TWR, o piloto britânico Tom Walkinshaw inscreveu um time de XJS com motor V12 no Campeonato Europeu de Turismo (ETCC), conquistando diversas vitórias. Walkinshaw foi adiante e, em 1984, conquistou o título de pilotos do ETCC, vencendo no mesmo ano as prestigiadas 24 Horas de Spa.

  • XJR-9.

    XJR-9

    1983-1991 – 24 HORAS DE DAYTONA e LE MANS

    Os XJR de cockpit fechado foram formidáveis nos circuitos de longa distância do mundo – e o seu auge ocorreu no XJR-9 de 1988. O superesportivo de motor V12 chegou à vitória nas 24 Horas de Daytona e logo depois em Le Mans, quando o piloto Martin Brundle e a Jaguar conquistaram, respectivamente, os Campeonatos de Pilotos e de Construtores.

  • R1 TO RS.

    R1 a R5

    2000-2004 – FÓRMULA 1

    Durante a incursão da Jaguar na Fórmula 1, vários pódios foram conquistados por Eddie Irvine, ex-piloto da Ferrari. A equipe também serviu de campo de treinamento para o aclamado piloto australiano Mark Webber. Sob o controle e a engenharia da Ford, a Jaguar Racing desenvolveu três carros movidos pelo motor Cosworth V10.

  • I-TYPE.

    I‑TYPE 1

    2016 – FÓRMULA E

    Inspirada pela herança no automobilismo e movida por um time de engenheiros de pista consagrados e técnicos brilhantes, a equipe Jaguar Racing entra na Fórmula E com o incrível I-TYPE 1, com coragem, espírito competitivo e determinação.

  • I-TYPE.

    I-TYPE 2

    2017 - FÓRMULA E

    Com a introdução do I-TYPE 2, a Jaguar Racing registrou sua temporada de Fórmula E mais bem-sucedida até o momento, com várias colocações entre as dez primeiras. Desenvolvido especificamente para circuitos de rua desafiadores, o I-TYPE 2 entregou até 200 kW (270 cv) e 0 a 100 km/h em apenas 2,9 segundos.