NEWS.

NOTÍCIAS DA JAGUAR

F-PACE

Como o F-PACE foi testado nas mais adversas condições

Comprar o F-PACE é ter a certeza de que você está adquirindo um carro capaz de aguentar condições extremas. Extremas mesmo. O primeiro SUV da empresa, lançado em 2016, foi diferente de tudo o que a marca já havia feito -- mesmo assim, havia o desafio de tornar o veículo um inconfundível Jaguar, tanto pelo design, como pela performance. Ian Callum e sua equipe foram os responsáveis pelo SUV com cara de esportivo. Já a performance foi levada ao extremo -- o eficiente motor Ingenium deu a potência, mas o carro precisava ir além. Por isso, os testes em climas que nem existem no Brasil foram feitos.

Qual é o maior frio que já pegou? Alguns graus negativos? É provável que o F-PACE já tenha tido uma experiência ainda mais gelada -- para fazer testes com o carro, a Jaguar levou o veículo para ver como ele desempenhava em temperaturas de -20ºC. Isso não significa que o automóvel não está pronto para a temperatura tropical brasileira. É que o F-PACE foi testado no calor que castiga mais do que o nosso verão, os 40ºC de Dubai.

Testes mostraram que o SUV se saiu muito bem, mas era necessário mais. Afinal, Jaguar preza pelo desempenho do veículo em todo o tipo de condição. Por isso, testes foram realizados em instalações off-road. A versatilidade permite que condições como o calor do Rio de Janeiro, a neve na Rússia sejam imitadas. Tudo isso dá a certeza de que a experiência de conduzir um F-PACE é, antes de tudo, segura. Depois, comprovando que a sensação de ter esse veículos em mãos é divertida e confortável, não importa para onde você está e para onde esteja indo.

A ideia é que o F-PACE esteja preparado para qualquer condição que a natureza nos ofereça. O veículo precisa te deixar seguro e confiante para conduzir. Isso significa, além das temperaturas extremas, testar solos irregulares, com lama, com gelo, inclinações e etc. Tudo mesmo.

Quais tecnologias vou ter se comprar o F-PACE?

Quando Jaguar realiza os testes, as tecnologias de última geração disponíveis são colocadas à prova. Entre as funções testadas estão a frenagem, o sistema de controle de tração, o controle de estabilidade e a tração nas quatro rodas. A tração, aliás, é uma das tecnologias mais exigidas nos testes Jaguar -- quando há uma superfície de pouca aderência como lama ou gelo, o sistema manda mais torque para as rodas da frente. Quando a aderência retorna, o torque volta para as rodas de trás, para ter uma performance de carro esportivo. Essa mudança de 90% do torque para frente e depois para trás leva incríveis 165 milissegundos para acontecer.

O resultado satisfatório de todos os testes garante tranquilidade para o motorista. Seja em aventuras em que o que esperamos -- e às vezes queremos -- sensação de off-road e muito lama, ou em situações que o aplicativo acaba nos levando para uma estrada de terra inesperada. Quando as condições mudam, você também pode ter confiança.