Skip primary navigation
skip.tertiary.navigation
  1. ARQUITETURA LEVE DE ALUMÍNIO

    Quando se trata do projeto e construção de um carro, a confiável e segura Arquitetura Leve de Alumínio tem feito parte da filosofia da Jaguar por mais de 70 anos.

    • Os primeiros Jaguares XK120, na década de 1940, usaram painéis de alumínio, enquanto os carros de corrida C-Type e D-Type, que dominaram Le Mans na década de 1950, e o E-Type Lightweight, da década de 1960, foram pioneiros no projeto de chassi e carroceria de alumínio. Em 2003, nós reprojetamos nosso icônico XJ com uma estrutura soldada e rebitada de alumínio que era 40% mais leve do que seu antecessor. Os atuais sedãs, carros esportivos e SUVs da Jaguar estão se beneficiando da quinta geração desse pensamento sobre o alumínio.

      O principal benefício do alumínio é o fato de ele pesar um terço da quantidade equivalente de aço. Isso nos dá a capacidade de construir um chassi significativamente mais leve do que sua contrapartida em aço, ajudando a melhorar a economia de combustível, reduzir emissões e proporcionar uma experiência de condução mais dinâmica. Cada 100 kg economizados com um chassi de alumínio ajuda a reduzir as emissões de CO2 do veículo em 9 g/km, e o consumo de combustível durante sua vida útil em até 800 litros.

      "A filosofia da Jaguar em relação ao alumínio é (...) sobre a criação de designs mais rígidos, seguros, fortes e confiáveis."

      Nossa filosofia sobre o alumínio não é apenas sobre como economizar no peso, mas também sobre a criação de projetos mais rígidos, mais seguros, mais fortes e mais confiáveis.

      Agora, somos mestres no uso do alumínio como um material de fabricação. A folha de alumínio cru – de apenas 0,9 mm de espessura para painéis externos ou de até 3 mm de espessura onde é necessária uma maior resistência – é pressionada em formas complexas e que aumentam a rigidez e, usando até 2.000 toneladas de força, perfuradas com furos milimetricamente precisos. Isso cria resultados surpreendentes. O painel lateral do F-PACE é um dos maiores que produzimos, mas pesa apenas 5,8 kg.

    • Usando as lições aprendidas do setor aeroespacial, criamos uma maneira revolucionária de construir um chassi de alumínio chamada “riv-bonding”. Os painéis de alumínio são aglomerados com um adesivo superforte e, em seguida, perfurados com rebites de aço boro revestidos com zinco com até 10 toneladas de força.

      Arquitetura Leve de Alumínio XF

      Quando o chassi é cozido a 170 ºC na oficina de pintura, o adesivo nesse sanduíche de alumínio hermético torna-se duro como concreto, transformando a fina folha de alumínio em uma estrutura fenomenalmente rígida. Veja o monobloco de alumínio do esportivo F-TYPE, que pesa apenas 261 kg, mas tem uma rigidez torcional muito alta. No XE, esse pensamento foi elevado a um novo patamar, fazendo dele o mais rígido projeto de sedã da Jaguar.

      A fabricação com alumínio também é mais silenciosa, limpa e requer menos energia do que a construção de um chassi de aço tradicional, enquanto a reciclagem do alumínio consome apenas 5% da energia da criação do alumínio bruto, sem comprometer a integridade estrutural do material. Tudo isso ajuda a reduzir a pegada ambiental de um Jaguar antes mesmo de ele chegar à estrada.

      Não é apenas no chassi de um Jaguar que o pensamento voltado para o alumínio está sendo usado para reduzir o peso visando um desempenho mais eficiente e dinâmico, além de maior durabilidade e confiabilidade. A nova geração de motores Ingenium da Jaguar Land Rover usa um bloco e cabeçote de alumínio fundido no seu centro que é 24 kg mais leve, 17% melhor em termos de atrito e cinco decibéis mais silencioso.

      Assim, do seu cerne à sua cobertura, a nossa nova linha de veículos é mais segura, mais eficiente e mais confiável em todos os sentidos.